A ação dos hormônios para aumentar a massa muscular

Os hormônios são outro ingrediente determinante quando se deseja aumentar a massa muscular, pois são os responsáveis pelo crescimento e reparação dos músculos e também regulam as células satélites. O fator de crescimento insulínico e a testosterona são os que mais influenciam neste processo.

A testosterona

Este hormônio está relacionado à presença da força no organismo. A testosterona aumenta a síntese de proteínas, inibe a degradação das células e estimula os hormônios anabólicos. A maior parte da testosterona está ligada ao organismo.como aumentar a massa muscular

Os exercícios para aumentar a massa muscular ajudam a liberar mais testosterona, e também fazem com que os receptores das células musculares sejam mais receptivos a sua ação no organismo. Desta maneira, o hormônio masculino estimula a resposta ao hormônio do crescimento e incrementa os neurotransmissores correspondentes às fibras danificadas. Consequentemente, há uma melhora no tecido conjuntivo.

O fator de crescimento insulínico também é responsável por regular o crescimento da massa muscular, por meio da síntese de proteínas. É assim que retém a glicose e os aminoácidos. Isto possibilita o crescimento sólido dos músculos.

O descanso para aumentar a massa muscular

O descanso é fundamental para ganhar massa muscular, pois é nesse período que os músculos se regeneram, o que permite seu crescimento. É tão importante quanto a nutrição adequada. Caso contrário, o processo se reverte e o corpo pode entrar em estado catabólico ou destrutivo.

A resposta do metabolismo aos exercícios ocorre em 24 a 48 horas. Neste período, as proteínas consumidas têm um impacto na hipertrofia muscular. Alguns fatores para a eficácia desse processo dependem da idade e da genética. Os homens tendem a desenvolver mais massa muscular do que as mulheres porque, logicamente, possuem uma quantidade maior de testosterona.

O crescimento muscular

A hipertrofia muscular leva tempo e pode ser lenta para muitas pessoas. Em alguns casos, pode demorar várias semanas ou até meses para os resultados significativos aparecerem. Muitas mudanças dependem das particularidades de adaptação do sistema nervoso.

Além disso, o fluxo hormonal pode variar de acordo com cada pessoa, o que implica em particularidades na produção dos hormônios, no tipo de fibra muscular e no nível das células satélite.

Mas não se esqueça de que existem formas universais para melhorar a síntese de proteínas e aumentar a massa muscular. Os aminoácidos essenciais e os carboidratos estão particularmente envolvidos no processo.

Por isso, também é possível recorrer ao Somatodrol. O produto impulsiona a produção de óxido nítrico, que melhora a potência e a resistência, e garante a produção eficiente de testosterona como uma das bases da força física.

A base de qualquer esporte e do fisiculturismo é o treino. Estudos comprovaram que a prática regular de exercícios, em conjunto com uma alimentação balanceada e uma suplementação adequada, são os pilares para aumentar a massa muscular e ter um corpo tonificado.

Leave a Reply